Eventos

Seminários promovidos

2021

  • Tiago Ventura, Natalia Aruguete, Ernesto Calvo e Carlos Scartascini (Universidade de Maryland) – “Trustful Voters, Trustworthy Politicians: A Survey Experiment on the Infuence of Social Media in Politics”. [25 de março]
  • Felipe Nunes (UFMG- Quaest) – “O Auxílio Emergencial Salvou Bolsonaro? Um estudo quasi-experimental para melhorar identificar este efeito“. [21 de abril]
  • Nara Pavão  (UFPE) – “The Public Opinion Consequences of Lava-Jato in Brazil“. [27 de maio]
  • Mauricio Y. Izumi Danilo B. Medeiros  (UFES) – “Government and Opposition in Legislative Speechmaking: Using Text-As-Data to Estimate Brazilian Political Parties’ Policy Positions” (Mauricio Y. Izumi Danilo B. Medeiros). [24 de junho]
  • Fernando Guarnieri, Glauco Peres da Silva – Highlights A Spatial Interaction Model of Vote Dispersion” [01 de setembro]
  • Júlio Canello “Congresso Remoto: dinâmicas do legislativo federal em tempos de pandemia. [24 de setembro]
  • Maurício Izumi (UFES) e Danilo Medeiros (CEBRAP) – “Government and Opposition in Legislative Speechmaking: Using Text-as-Data to Estimate Brazilian Political Parties’ Policy Positions”. [13 de outubro]
  • Carolina BotelhoA experiência da energia solar no Brasil – processos decisórios locais e evolução de indicadores das populações ao redor das usinas“. [22 de outubro]
  • Seminário de celebração dos 25 anos do Doxa. [18 de novembro]
  • Pedro Bras Martins da Costa a The Overlooked Role of the Brazilian Congress in Shaping the Bolsa Família Program: a New Approach to the Policy-making of CCTs“. [19 de novembro]

2020

  • Nara Salles “Tamanho é documento? Porte de municípios e competição programática no Brasil’. [11 de maio]
  • Luciana Veiga e Flávia Bozza Martins “O uso que o eleitor faz da intuição ao elaborar seu julgamento político: o processamento do cenário e da propaganda negativa em disputa presidencial” [16 de junho]
  • Carolina Botelho “Processo decisório e políticas públicas de energia solar no Brasil”. [22 de outubro]

2019

  • Thiago Moreira da Silva; Sergio Simoni Jr; Argelina Figueiredo; Natalia Maciel “Voto no PT nas Eleições Presidenciais de 2014: Eleitor Pobre do Nordeste?”. [21 de março]
  • Jaqueline Zulini (CPDOC) “Instituições políticas em regimes oligárquicos: partidos e competição eleitoral no Brasil da Primeira República”. [06 de maio]
  • Fabiano Santos (IESP-UERJ), Cristiane Batista (UNIRIO) e Thiago Moreira da Silva (IESP-UERJ) “The New Politics of Gubernatorial Elections in Brazil (1994-2018)”. [10 de outubro]
  • Felipe Borba “Quem se abstém no Brasil? Uma descrição do perfil socioeconômico dos eleitores ausentes no primeiro turno das eleições de 2018”. [19 de novembro]

2018

  • Sergio Simoni Junior (UNICAMP) “Realinhamento eleitoral e Programa-Bolsa Família nas eleições presidenciais brasileiras”. [12 de março]
  • Flávia BozzaCap 3. Voto econômico e Contexto político-institucional”. [17 de abril]
  • Fernando Guarnieri (IESP/UERJ) e Gabriel Melo (IESP/UERJ) “Territórios eleitorais e estratégia política: reflexões a partir de um quase-experimento”. [07 de agosto]
  • Thiago Moreira da Silva “Efeitos práticos da sub-representação política: o desalinhamento das preferências entre representantes e representados”. [18 de outubro]

2017

  • Natalia Maciel (Doxa-IESP/UERJ) “Projeto de Pesquisa: Mídias sociais como fonte de informação política: uma análise da opinião pública e da polarização pós-impeachment”. [27 de março]
  • Luciana Veiga (Unirio), Flávia Bozza (IESP/UERJ) e Steven Ross (Unirio) “Os determinantes da perda da popularidade da Presidente Dilma no período pré-impedimento: os efeitos das denúncias de corrupção e da economia”. [27 de abril]
  • Júlio Canello (IESP-UERJ)Quando Governadores vão ao Supremo: razões para o controle direto de constitucionalidade de atos normativos estaduais no Brasil”. [27 de maio]
  • Thiago Moreira da SilvaNem tão “Flamengo”: o diagnóstico alternativo de uma síndrome antecipada”. [21 de setembro]
  • Saulo SaidCap 3. Instituições, estatutos e coalizões dominantes no PSD, UDN e PTB (1950-64)”. [19 de outubro]
  • Argelina Figueiredo (DOXA-IESP), João Feres Jr. (LEMEP-IESP) e Carolina de Paula (NECON-IESP) Deputados, partidos e mídia nas eleições legislativas 2018”. [01 de dezembro]

2016

  • Felipe Munhoz Albuquerque e Saulo Maia SaidColigação à brasileira: efeitos sobre a fragmentação e a proporcionalidade – (2006, 2010 e 2014)”. [22 de março]
  • Douglas BlockThe Impact of Violence on Non-Incumbent Party Support in Brazilian Gubernatorial Elections, 1994-2010”. [23 de junho]
  • Fernando Guarnieri (IESP/UERJ) e Nara Salles (IESP-UERJ) Desenvolvimento e partidarismo: os programas de governo nos grotões do Brasil”. [24 de novembro]

2015

  • Cíntia Pinheiro Ribeiro de Souza Cap 5. Estratégias de comunicação nas campanhas eleitorais proporcionais”. [28 de maio]
  • Natalia Maciel (IESP-UERJ) PT e PSDB nas eleições para a Câmara dos Deputados: bases sociais e variáveis políticas em seis eleições”. [17 de junho]
  • Pedro Bras Martins da CostaDo Fome Zero ao Bolsa Família? Um estudo comparado a partir dos manifestos do PT entre 2002 e 2010”. [28 de julho]
  • Ricardo Caneviva Incumbency Advantage in Brazilian Mayoral Elections”. [29 de setembro]
  • Brenda dos Santos Barboza Cunha (IESP-UERJ)Fragmentação Partidária na Câmara dos Deputados: Dilemas de Coordenação no Brasil (2002-2015)”. [18 de novembro]