Cobertura Jornalística – Eleições 2006

Dando prosseguimento às pesquisas empreendidas em 2000, 2002 e 2004, passamos a divulgar a cobertura jornalística dos principais candidatos às eleições presidenciais em quatro jornais de circulação nacional. Para cada jornal, apresentamos os dados parciais em gráficos relativos à quantidade de vezes em que o nome de cada candidato aparece no noticiário (aparições) e à valência atribuída a cada um nas matérias (positiva, negativa ou neutra). Acompanhe aqui a evolução das candidaturas a presidente nos jornais. Clique nos ícones para baixar os documentos:

Definição das valências. Optamos por classificar as valências de acordo com seu efeito potencial para a candidatura em questão, notando-se ou não intenção de viés ou parcialidade jornalística. Desta forma, os principais critérios para identificar a valência da matéria, em relação a cada candidato, procuram esclarecer se ela beneficia ou prejudica sua candidatura.

Periodicidade. O objetivo de divulgação dos primeiros dados relativos à cobertura das eleições presidenciais de 2006 é disponibilizar quinzenalmente os registros de visibilidade (quantas vezes cada candidato foi citado em cada jornal, valores totais) e valência (proporção de matérias positivas, negativas e neutras na cobertura dada por cada jornal aos quatro principais candidatos).

Positiva: matéria sobre ou com o candidato reproduzindo programa de governo; promessas; declarações do candidato ou do autor da matéria ou de terceiros (pessoas ou entidades) favoráveis (contendo avaliação de ordem moral, política ou pessoal) ao candidato; reprodução de ataques do candidato a concorrentes, resultados de pesquisas ou comentários favoráveis.

Negativa:matéria reproduzindo ressalvas, críticas ou ataques (contendo avaliação de ordem moral, política ou pessoal) do autor da matéria, de candidatos concorrentes ou de terceiros a algum candidato, resultados de pesquisas ou comentários desfavoráveis.

Neutra: agenda do candidato, matéria sobre ou citação de candidato sem avaliação moral, política ou pessoal do candidato. Do autor da matéria ou de terceiros, inclusive de concorrentes.

Orientação geral:

1. Quando uma matéria tem elementos positivos e negativos, prevalece: positiva, se há mais elementos positivos do que negativos; negativa, se há mais elementos negativos do que positivos; neutra, se há equilíbrio entre os elementos positivos e negativos.
2. Elementos editoriais de destaque, como títulos, subtítulos e legendas, por exemplo, prevalecem sobre o corpo da matéria.

Esta pesquisa se beneficia da discussão coletiva no âmbito da Rede Nacional Mídia e Eleições, que congrega pesquisadores de diversos Estados e instituições. Participam da coleta de dados disponível na página do Doxa:

– IUPERJ (Rio de Janeiro e São Paulo): Patrícia Gomes Lima, Thiago Mattos, Pollyanna Bretas, Marcella Nunes, Andrezza Oliveira e Carolina Peixe